Skip to main content

Orientação de Monografias de Graduação

                                                                                    

 

  • "Complexidade econômica e do investimento pós retomada das políticas industriais", de Sávio de Carvalho Araújo, em outubro de 2016.

 

  • “O comportamento da indústria brasileira conforme o grau de intensidade tecnológica, 2000-2014”, de Rodrigo Aparecido Rodrigues Machado, em maio de 2016.

 

  • “A ascensão do Nordeste na indústria brasileira de transformação, 1996-2013”, de Ana Dayana Lacerda Cavalcante, em julho de 2015.    

 

  • “Composição setorial dos investimentos na indústria brasileira de transformação, 1996-2012”, de Patrícia Scaranaro Tenelli, em julho de 2015.                                                

 

  • “Indústria de terras-raras: panorama mundial, situação brasileira e a experiência de Araxá”, de Marina Assunção Barcelos, em fevereiro de 2015.                                                  

 

  • “Política de Defesa da Concorrência no Brasil e na União Europeia: comparação dos sistemas normativos e institucionais”, de Aline Rodrigues de Moraes, em agosto de 2014.              

 

  • “A Crise Financeira Mundial e Composição de Capitais: O caso da telefonia móvel no Brasil, 2008-2010’, de Marina Oliver Alves, em março de 2014.                                     

 

  • “Investimentos Chineses na Mineração de Ferro Brasileira”, de Pedro Paulo Mansur Pagano Sampaio, em julho de 2012.                    

 

  • “Construção Civil e o Setor Imobiliário: Desempenho recente no Brasil e em Uberlândia (MG)”, de Maria Fernanda Acciardi Violatti, em julho de 2012.

 

  • “Energia eólica: os desafios para o caso brasileiro”, de Bárbara Bittencourt e Oliveira, em março de 2012.

 

  • “Estratégia de Internacionalização de Conglomerados: análise comparativa de Tata e Votorantim”, de Lívia Rodrigues Spaggiari Souza, em dezembro de 2011.

 

  • “Internacionalização, Estratégias Deliberadamente Emergentes e Alianças Estratégicas: o caso da Marcopolo”, de Lívia Maria Braga Urzedo, em agosto de 2010.

 

  • “Responsabilidade Social Corporativa em Instituições Financeiras Brasileiras: o caso Tribanco”, de Pedro Henrique Barbosa Tafuri, em maio de 2010.

 

  • “Redefinindo o Core Business: o caso da Algar Tecnologia”, de Renata de Souza Franco, em dezembro de 2009.

 

  • “Análise do Mercado de Nióbio”, de Flávio Soares Teixeira, em dezembro de 2009.

 

  • “Relações com Investidores e Governança Corporativa: uma análise do grupo Techint a partir de sua subsidiária TenarisConfab”, de Gabriela Oliveira Bicas, em agosto de 2009.

 

  • “Estratégias de Reestruturação Corporativas: um estudo multicasos de empresas brasileiras”, de Jaime de Pádua Ferreira Filho, em julho de 2009.

 

  • “Impugnação: freqüência e influência nos atos de concentração julgados pelo CADE”, de Daniel Estevão Guimarães Roscoe, em janeiro de 2009.

 

  • “A Evolução do Setor Atacadista do Triângulo Mineiro: um estudo de caso da empresa Martins S.A.”, de Alexandra Maria da Silva, em dezembro de 2008.

 

  • “O Setor Supermercadista Brasileiro”, de Danilo Mendonça Davi, em dezembro de 2008.

 

  • “O Franchising no Brasil e a Experiência em Uberlândia”, de Karine Rezende Carneiro”, em dezembro de 2008.

 

  • “Análise e Perspectivas sobre a Infra-Estrutura dos Três Maiores Portos Marítimos Brasileiros em Movimentação de Contêineres”, de Natália Rodrigues dos Santos, em agosto de 2008.

 

  • “Panorama sobre a Produção e o Consumo de Álcool Combustível no Brasil”, de Nádia Martins Chaves, em maio de 2008.

 

  • “A Governança Corporativa no Brasil”, de Pablo Vinícius Freitas Cunha, em março de 2008.

 

  • “Evolução da Política Antitruste no Brasil”, de Rondinele Silva Andrade, em janeiro de 2008.

 

  • “Vantagens Competitivas e Grupos Estratégicos no Setor Atacadista-Distribuidor de Uberlândia (MG)”, de Simone Quirino Chaves, em agosto de 2007.

 

  • “Govenança Corporativa: Brasil e Japão”, de Kristiene Aparcida da Mata, em agosto de 2007.

 

  • “Governança Corporativa na Índia”, de Fernando Augusto Machado Guimarães Monteiro, em março de 2007.

 

  • “Estratégias Empresariais em Pequenas e Médias Empresas: dois estudos de caso”, de Marlos Vinícius Oliveira Ramos, em março de 2007.

 

  • “Análise do Mercado Cervejeiro Alemão”, de Rodrigo Caldeira Farias, em abril de 2006.

 

  • “Protocolo de Kyoto e Mercado de Crédito Carbono”, de Flávio Ponzio da Silva Araújo, em abril de 2006.

 

  • “Comércio Exterior Chinês no Período 1978-2004: reformas e desempenho”, de Marçal Serafim Cândido, em janeiro de 2006.

 

  • “Investimentos Argentinos no Brasil: os casos Bunge y Born e Macri”, de Sabrina de Moura Vargas, em julho de 2005.

 

  • “Regulação e Transportes: a experiência brasileira recente”, de Cláudio Roberto Carrilho, em julho de 2005.

 

  • “Evolução da Indústria de Energia Elétrica Brasileira e os Instrumentos Regulatório nos Mercados Futuros”, de Fernando Augusto Martins Prado, em fevereiro de 2005.

 

  • “O Mercado de Software”, de Antônio Afonso de Oliveira Neto, em fevereiro de 2005.

 

  • “Internacionalização e Diversificação na Indústria Siderúrgica: o casos dos grupos Techint, Alfa e Votorantim”, de Angélica Álvares Ferreira, em agosto de 2004.

 

  • “O Processo de Privatização das Telecomunicações no Brasil”, de Riane Aparecida Aguiar, em março de 2004.

 

  • “A Produção Industrial de Ouro no Brasil: o caso da Rio Paracatu Mineração”, de Victor de Oliveira Teixeira, em dezembro de 2003.

 

  • “Consolidação e Internacionalização na Indústria Siderúrgica Mundial: o caso Arcelor”, de Cícero Cambraia de Sousa Maia, em agosto de 2003.

 

  • “Fusões e Aquisições e Internacionalização Patrimonial: o caso do setor financeiro mexicano”, de Thais Regina Spanazzi de Oliveira, em fevereiro de 2003.

 

  • “Fusões e Aquisições e Internacionalização Patrimonial: o caso dos setores de energia elétrica e mineração no Chile”, de Tatiana Maria Couto da Silva, em fevereiro de 2003.

 

  • “Gestão Ambiental e Competitividade Empresarial: o caso da V&M Tubes”, de Conrado Costa Monteiro, em novembro de 2002.

 

  • “Privatização e Desempenho Financeiro e Operacional: o caso da distribuição de energia elétrica no Brasil”, de Fábio Gonçalves da Silva, em maio de 2002.

 

  • “Gerenciamento Estratégico por meio do Balanced Scorecard: o caso da CTBC Telecom”, de Maura Siqueira Abrahão, em maio de 2002.

 

  • “Estratégias Empresariais e Inteligência Competitiva: o caso da CTBC Telecom”, de Felipe Brandão de Melo, em maio de 2002.

 

  • “Aquisições e Concentração na Indústria Brasileira de Fertilizantes Fosfatados”, de Marisa Guterres de Faria, em julho de 2001.

 

  • “Inovações Tecnológicas no Setor Sucroalcooleiro”, de Gustavo Nomelini Dias, em julho de 2001.

 

  • “Serviços de Atendimento ao Consumidor: uma alternativa para aumentar a competitividade das empresas”, de Andréa Barbosa de Oliveira, em março de 2001.

 

  • “Estrutura de Mercado e Tecnologia: o caso da WLL na Telefonia Brasileira”, de Luciana Carvalho, em março de 2001.

 

  • “O Planejamento Estratégico nas Grandes Empresas: o caso da CTBC Telecom / CTBC Celular’, de Viviane Dirce da Silva, em março de 2001.

 

  • “Qualidade de Conformidade”, de Amarildo Vieira Alves, em julho de 2000.

 

  • “A Megafusão Brahma-Antárctica na Era Marcada por Fusões e Aquisições”, por Rodrigo Marques Fernandes, em julho de 2000.

 

  • “Reestruturação da Indústria Automobilística Brasileira na Década de 90”, de Hallessanda Alves Vieira, em março de 2000.

 

  • “Abertura Comercial, Plano Real e Efficient Consumer Response (ECR): uma estratégia para a cadeia de abastecimento”, de Jairo Dantas da Costa, em fevereiro de 1999.

 

  • “Os Problemas da Sucessão na Empresa Familiar”, de Kleber Menezio Jardim, em agosto de 1998.

 

  • “Fatores de Atração de Investimentos Industriais: o caso de Uberlândia, de Eduardo Resende de Oliveira, em março de 1998.

 

  • “Estratégias Mercadológicas Após o Plano Real”, de Sílvia Helena Cury de Andrade, em março de 1998.

 

  • “Integração Econômica e Identidade Nacional: o dilema do Canadá frente ao NAFTA”, de Fábio André Teixeira, em março de 1998.

 

  • “Planos de Estabilização Econômica, Liberalização Comercial e Crise Cambial: o caso do México (1982-95)”, de Guilherme Dultra, em dezembro de 1997.

 

  • “Reestruturação Industrial, Internacionalização de Serviços e Privatização: o caso do setor de telecomunicações”, de Adriano Augusto do Couto Costa, em dezembro de 1997.

 

  • “Engenharia Simultânea: uma nova ferramenta gerencial, de Ana Paula Bandeira de Lima, em dezembro de 1997.

 

  • “Três Visões acerca do Sistema Toyota de Produção”, de Adriana Campanha, em dezembro de 1997.

 

  • “Financiamento Preferencial à Micro e Pequena Empresa: o caso Proger/Fat em Uberlândia”, de Genésio Carvalho Diniz, em novembro de 1997.

 

  • “O Paradigma da Produção Enxuta: Conceituação, Novas Ferramentas de Organização da Produção e Difusão na Indústria Brasileira”, de Patricia Viera Grizola, em setembro de 1997.

 

  • “Reestruturação com Exclusão: o Caso da Indústria Brasileira de Autopeças”, de Alexandre Serafim, em setembro de 1997.

 

  • A Indústria Automobilística Brasileira Frente ao Mercosul”, de Juliana Magalhães Pinto Cortês, em setembro de 1997.

 

  • “Abertura Comercial e Indústria: o Caso do Pólo Têxtil de Americana”, de Luciana Pimenta, em agosto de 1997.

 

  • “Inovações Tecnológicas e Organizacionais na Siderurgia Norte-Americana”, de Emerson Bond, em agosto de 1997.

 

  • “Pequenas Empresas no Brasil”, de Renata Magalhães Parisi, em fevereiro de 1997.

 

  • “Custos de Transação, Diversificação, Integração Vertical e Redes”, de Sandra Aparecida Rodrigues da Cunha, em fevereiro de 1997.

 

  • “A Política Econômica do Plano Cruzado”, de Alexandre Crosara de Bastos, em 1996.

 

  • “Just In Time, Gestão Empresarial e Trabalho”, de Stael Cristina Costa Balvedi, em agosto de 1996.

 

  • “A Questão do Transporte no Mercosul”, de Fernanda Bernardes de Lima, em agosto de 1996.

 

  • “Política Industrial e Indústria: o caso brasileiro na transição dos anos 80”, de Almira de Fátima Motta, em julho de 1996.

 

  • “O Mercosul no Contexto da Globalização com Regionalização”, de Erik Julius Sardeli de Paiva, em janeiro de 1996.

 

  • “O Estado Brasileiro (1930-1945): o crescimento da tecnocracia e seus instrumentos”, de Dirceu Lopes Barbosa, em março de 1995.

 

  • “A Nova Ortodoxia do Banco Mundial”, de Benjamin Miranda Tabak, em julho de 1994.

 

  • “A Política das Zonas de Processamento de Exportações”, de Daniel Cordeiro Freire, em março de 1993.

 

  • “Política Anti-inflacionária, Empregos e Salários na Gestão Maílson da Nóbrega: 1988-90”, de Eduardo Augusto da Silva, em setembro de 1992.

 

  • “Os Serviços na Rodada de Negociações Multilaterais do GATT”, de Rosely Lopes, em setembro de 1992.

 

  • “A Indústria Mineira de Fertilizantes”, de Fabiana Pires Flausino, em julho de 1992.

 

  • “Os Distritos Industriais de Uberaba”, de Luiz Fernando Romero, em março de 1992.

 

  • “Fundos de Renda Fixa: uma opção de investimento”, de Wagner Góias Cabral Júnior, em março de 1992.

 

  • “A Diversificação do Nacional Expresso”, de Leonardo Martins, em outubro de 1991.

 

  • “A Teoria Neo-Schumpeteriana dos Mercados”, de Mara Rúbia Morais, em dezembro de 1990.